A floração dos Ipês Roxos em Porto Alegre


A primavera chegou e com ela, a beleza da floração exuberante dos ipês roxos. Por toda a cidade podemos ver lindas árvores com sua copa totalmente rosada, carregada de flores. Apesar do nome popular destas lindas árvores ser Ipê Roxo, a floração desta espécie (Handroanthus heptaphylus) possui coloração rosa.


Estas árvores pertencem à família Bignoniaceae, que compreende todos os outros tipos de ipês, incluindo o branco, amarelo e verde. A espécie que trataremos neste artigo, ipê roxo, é considerada "madeira de lei", devido às excelentes qualidades de sua duríssima madeira e casca com propriedades medicinais. Aqui na região sul, as flores aparecem juntamente com a chegada da primavera, nos meses de agosto e setembro e os frutos aparecem em meados de outubro e novembro.


A beleza desta árvore desperta grande interesse em paisagistas e outros apreciadores da natureza, mas o plantio em local inadequado pode acabar trazendo problemas futuros. Veja algumas informações importantes sobre esta espécie:

- o ipê roxo é uma árvore de grande porte, podendo atingir até 35 metros de altura;

- o sistema de raízes é bastante robusto a fim de ancorar/sustentar uma árvore com estas proporções;


Portanto, fique atento às seguintes orientações de plantio:

- PLANTE esta espécie em áreas amplas e abertas, como praças, parques ou pátios e terrenos com área suficiente para o pleno desenvolvimento do vegetal, tanto na parte aérea (copa), quanto na parte subterrânea (raízes).

- NÃO plante o ipê roxo abaixo de rede elétrica ou telefônica, pois o vegetal crescerá e atingirá estas redes, prejudicando-as, ou acabará necessitando de constantes podas a fim de compatibilizar o vegetal com este equipamento urbano.

- NÃO plante o ipê em canteiros ou passeios públicos muito estreitos, pois há grande possibilidade de levantamento do piso e outros danos devido ao desenvolvimento das raízes.

- NÃO plante em locais estreitos ou muito próximo de edificações (muros, casas, etc), pois o desenvolvimento das raízes poderá afetar tais estruturas.

Então, agora que você já sabe um pouco mais sobre os ipês roxos, e já recebeu orientações técnicas quanto ao manejo e cuidado com eles, aproveite a beleza destas lindas árvores !

Ainda ficou com dúvidas? Consulte um biólogo!

Fone: 51 984843008 ou bio.andreaweber@gmail.com








8 visualizações0 comentário